terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Como tornar a convivência entre cães e gatos agradável

                                   
                                    caesegatos2 Como apresentar cão e gato, sem brigas


 Cães e gatos são animais de hábitos e atitudes bem diferentes. Por isso, muitas vezes, sua convivência no mesmo ambiente pode ser complicada. Ainda mais quando tentamos tratá-los da mesma forma, sem levar em consideração suas diferenças comportamentais.
  Na natureza, os cachorros vivem em grupos denominados matilhas. Possuem uma organização social com diferentes níveis hierárquicos e diversas funções dentro da matilha. Os gatos, naturalmente, são animais de hábitos solitários. Por isso, tem um comportamento mais individual e reservado.
Para que estes animais tão diferentes convivam em harmonia, temos que levar alguns pontos em consideração, tais como idade, porte e temperamento dos bichos. Nesta avaliação, é importante o auxílio de um profissional, que irá apontar a viabilidade dessa relação, e o risco que ela pode oferecer a ambos.
Sendo a avaliação positiva, temos que condicionar os animais a conviverem. A presença do gato deve significar para o cão o ganho de recompensas. Assim, toda vez que estiver na companhia do felino, se o cachorro se comportar bem, ele deve ser elogiado, ganhar um carinho ou petiscos. Para o bichano, a presença do cão deve ser associada com segurança e sossego. Por isso, se o cão aparece, o gato deve conseguir fazer todas as suas atividades normalmente, sem ser importunado. Se o cão não se comportar, deve ser repreendido. Uma bronca que pode funcionar bem é a frustração, isto é, caso o cão tente correr atrás do felino, deve ser contido, na guia. No inicio da apresentação é recomendável deixar o gato dentro da caixa de transporte e o cachorro sempre na guia, até que ambos estejam bem na presença um do outro – o cão sem tentar correr atrás do gato e o felino sem demonstrar medo.
As broncas são geralmente direcionadas para os cães, pois não é muito comum que o gato invista em um ataque ao cachorro, se não estiver acuado. Mesmo quando os animais convivem bem, é importante que o bichano tenha um espaço só para ele. Assim, procure colocar a comida, água e banheiros do gato em um local mais alto, sem acesso para o cão. A comida e as fezes do gato são muito atrativas para a maioria dos cachorros. Coloque algumas prateleiras, para que o gato possa se exercitar e descansar no seu cantinho.
Em muitos casos é possível soltar os animais tranquilamente. Alguns passam a brincar e dormir juntos, tornando-se bons companheiros.




Fonte: Guia universo pet, imagem: Google imagens

15 comentários:

  1. Quem dera que Mel e os gatinhos aqui em casa vivessem assim.... de carinho e cheirinhos! hahaha
    Assim... eles não brigam nem nada, mas, onde os gatos estiverem Mel não fica! kkkkkk É tipo cada um no seu espaço!
    E o Yoshi é apaixonadinho pela Mel e ela nem dá bola pra ele!
    Eu juro que tentei fazer várias coisas pra Mel ficar amiguinha deles, e nada! Mas também... acho que a Mel reinou muito tempo aqui em casa (11 anos) aí veio uns gatinhos entrimetidos tirar a atenção que era só dela! Deve ser isso! rsrsrsr

    Super beijos minha flooor e tudo de bom!!!!

    ResponderExcluir
  2. É isso aeee!!! Tds podem ser grandes aUmiguinhos!!!!
    Nós aUqui em ksa adoramos a madonna e a paula fernandes ( 2 calopsitas)!!!!Mamis nos acostumou desde pequenos com elas....e ela nos ama!!!
    Berlo post!
    Lambjs!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Olá meus amores, é sempre bom tornar a convivência dos nossos bichinhos agradável, rs que engraçado Juliana na verdade é o gato que não dá bola para o cachorro? (Mel e Yoshi), para mim era o cão que não dava bola, nossa, bem legal.
    é sempre bom mesmo Billy acostumar desde cedo, isso é que é eficaz...
    para serem grandes amigos, não importa a espécie.

    Beijos, Tenham um resto de semana maravilhoso!!

    ResponderExcluir
  4. Oie...

    Sinto-me muito feliz, pois meus 5 cãezinhos se dão bem com meus 7 gatinhos.

    A última cadelinha que chegou, a Piaf, no começo ficava incomodada com a presença das gatas, fui conversando...conversando e hoje não tenho problemas. Eles dormem juntos, brincam e até dividem a comidinha. fico observando e percebo que cada um respeita o espaço do outro.

    Adoro isso!!

    beijinhos,

    Lígia e turminha
    :))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me ajuda, pf. Tenho 7 gatinhos de 2 a 10 meses. Quero muito ter um cão raça pequenina, qual me aconselhas, para se dar bem com os gatinhos? Obg, Bj

      Excluir
    2. Olá Margarida, qualquer cão de temperamento dócil pode se dar bem com gatos desde que acostumados quando filhotes.... mas as raças pequenas que mais se adaptam é o Bichon Frisé e o Maltês.

      Abraços

      Excluir
  5. Olá Lígia, que legal ter você por aqui!
    Que bom né? A Piaf deve ser uma doce mesmo, quando eles se acostumam uns com os outros tudo fica mais feliz tanto para eles quanto para a mamis :D

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. QUE POSTAGEM BACANA, COLEGA REBECCA!! ADORAMOS!!
    TENHA UM LINDO FINAL DE SEMANA E NÃO DEIXE DE PARTICIPAR DO NOSSO CONCURSO FOTOGRÁFICO NATALINO. JÁ COMEÇAMOS A RECEBER AS FOTINHOS. PARTICIPE!!!
    UM ABRAÇO BEM BONITO, DA DONA GAM, DA MAUAU E DO GATITO!!! :)

    ResponderExcluir
  7. Que legal Gam! Idem! Com certeza, vou me preparar ou melhor preparar Cindy!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi Rebecca!
    Vim agradecer e retribuir a visita em meu cantinho!
    Muito legal as dicas! Se eu tivesse um gatinho já saberia o que fazer!
    Bjokas

    ResponderExcluir
  9. Olá Magda! Querida é um prazer comentar em seu blog!
    É mesmo muito boa a dica!

    BJS, tudo de bom!

    ResponderExcluir
  10. Quantas barreiras vencemos
    no decorrer desse ano.
    Quantas ficaram para resolver
    no próximo ano.
    Quantos amizades eternas eu conquistei
    quantos se perderam no meio do caminho.
    Existe amizades eternas também as passageiras
    aquelas que enche nosso coração
    de alegria e depois parte.
    Enfim é quase Natal numa prece silênciosa
    permaneço orando com fidelidade por cada amigo(a)

    Desejo a você nesse Natal muita paz e muita luz.
    Não são os presentes que me fascina ,
    mais o aniversário de Jesus.
    Um abençoado final de semana.
    Beijos no coração e carinhos na alma.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  11. Olá Evanir, que mensagem linda! É pura verdade!
    Que legal sua visita aqui! Para trazer esta mensagem que
    tanto amei. Sim é o aniversário de Jesus, por isso a data é mais que querida
    para mim!

    Obrigada! Tenha também um natal abençoado, maravilhoso e cheio de luz.
    Que você possa sempre iluminar cada bloguinho que passar.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Eu gostaria de Saber se a raça Yorkshire se da bem com gato ? poq meu cachorro é muio teimoso e encrenca com tudo ! sera que vs pode me ajuda ?
    se fecha a mão pra ele feito boca ele voa em cima ,,,, se pega jornal ele vai pra cima ,,, se respinga agua nele ,,, ele vai pra cima
    Espera que possa me ajuda !!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Wanessa, sim. Mas, se acostumados desde filhote. No caso, quando adultos a adaptação é mais demorada e um pouco difícil.
      Seu cãozinho precisa de submissão, saber quem é que manda na casa para depois pensar em ter um gatinho.

      Abraços!

      Excluir